Buscar
  • COLETIVO MICA - Mídia, Identidade, Cultura e Arte

URGENTE! Atingidos de Mariana, Acaiaca e Barra Longa ocupam escritório da Renova, em Mariana, MG.

Há mais de 1300 dias sem respostas mandam recado para Brumadinho.



Os atingidos pela Barragem de Fundão, da Mineradora Samarco, ocupam um dos escritórios da Renova, em Mariana, desde o dia 3 de junho. A decisão veio porque a Vale se recusou a recebê-los, quando mais de cem atingidos foram até o escritório ao lado da Igreja de São Pedro, com 12 pontos de pauta para discutir. Eles esperam pela reparação devida há mais de 1300 dias.


Este teaser foi gravado pela repórter Thamira Bastos, do Coletivo MICA.


Pedimos que compartilhem as informações, que têm merecido raro espaço na mídia convencional.

Confira todas as reivindicações:


1- Aceite por parte da Fundação Renova da proposta de compensação e conversão proposta pelos atingidos e pela assessoria técnica para o reassentamento familiar em Mariana.


2- Agilidade no reassentamento familiar de todas as famílias que já indicaram terreno de interesse, em Mariana.


3- Liberação de recurso e reconhecimento da matriz de danos construída pelos atingidos e assessoria técnica em Mariana.


4-Agilidade na construção dos reassentamentos coletivos, com cumprimento do prazo estipulado pela justiça em Mariana.


5- Agilidade na apresentação de proposta indenizatória para os atingidos que assim desejarem.


6- Reconhecimento de Acaiaca como município atingido.


7- Reunião com presença da Renova em Acaiaca para debater sobre os danos nas moradias e nas vias do município.


8- Reunião com presença da Renova em Acaiaca para debater sobre a perda de renda sofrida pelos moradores do município após o rompimento de Fundão.


9- Reunião com presença da Renova para esclarecer o que é e como funciona a simulação de vibração e quais as suas consequências em Acaiaca e Barra Longa.


10- Retirada de todas as famílias das casas em situação de risco, em Barra Longa, de acordo com lista atualizada apresentada pela comissão de atingidos.


11- Pagamento de equipe de confiança dos atingidos, para o acompanhamento destes na reforma de suas casas, em Barra Longa.


12- Presença da Renova em reunião com garimpeiros e pescadores em Barra Longa para trazer respostas sobre a continuidade do processo de cadastramento dos mesmos.


13- Reconhecimento de garimpeiros e pescadores, com pagamento de auxílio financeiro emergencial.


14- Reconhecimento das 11 famílias com exames que apresentam intoxicação por metais tóxicos, com pagamento de auxílio financeiro emergencial, em Barra Longa.


15- Garantia de fornecimento de água mineral para as 11 famílias acima referidas, sem atrasos, com a compra da água em Barra Longa.


16- Pagamento de 20 mil reais como antecipação de indenização para quem sofreu deslocamento físico, em Barra Longa.


17- Reconhecimento e pagamento de auxílio financeiro para os/as atingidos/as que pleitearam e até hoje não foram reconhecidos, em Mariana, Barra Longa e Acaiaca.


18- Direito à realização de exames para detecção de metais tóxicos no sangue para todos que assim desejarem em Mariana e Barra Longa, sem custos para o atingido e em laboratório de sua confiança.


19- Fornecimento de silagem e de tratamento de saúde para os animais de todos os atingidos que estão em condições diferentes de produção agropecuária em relação a que tinham antes do rompimento da barragem de Fundão, em qualidade e quantidade suficientes para todos os animais que a família possuir.

0 visualização

Coletivo MICA - Mídia, Cultura, Identidade e Arte

Escritório R. Pref. Jadir Macedo, 15 - Vila do Carmo, Mariana - MG

coletivomica@gmail.com